Compartilhe
Ir em baixo
Admin
TOP postadores!
TOP postadores!
Mensagens : 42
Reputação : 5
Data de inscrição : 01/05/2017

Estatuto-SIS

em Seg Maio 01, 2017 8:55 pm
Reputação da mensagem: 100% (3 votos)
 AÇÕES RELATIVAS AO ESTATUTO MILITAR



                                                                ESTATUTO MILITAR





Capítulo 1: Constituição ®️





Artigo 1°: A Instituição Militar Secret Intelligence Service também denominada como ''SIS'' tem como objetivo disseminar a ética, disciplina, responsabilidade, profissionalismo, honestidade, transparência, trabalho em equipe, determinação e motivação. Valores esses necessários para objetivar harmonia com todos os membros do hotel.

Artigo 2°: Todos os policiais do Secret Intelligence Service SIS devem cumprir todos os Capítulos e Artigos deste Estatuto de Conduta Militar, seja ele Oficial/Praça da ativa ou Oficial Reformado.

Artigo 3°: Todos os artigos e parágrafos deste documento que se referem à moral e postura são aplicáveis fora e dentro de todos quartos Oficiais da Polícia SIS.

Artigo 4°: Todos os conflitos encontrados com as sessões devem ser levados diretamente a Presidência e/ou Corregedoria.

Artigo 5°: O não conhecimento das regras da Legislação não deixará nenhum policial imune às punições.






Capítulo 2: Regras Básicas ®️





Artigo 1°: Todo policial, como jogadores do Habblive Hotel devem seguir Restritamente ao Habblive Etiqueta.

Artigo 2°: Atender corretamente com a máxima presteza a quem lhe peça auxílio ou informações. É dever do policial se prontificar a ajudar um inferior;

Artigo 3°: Respeitar quaisquer outros usuários, e os demais membros da comunidade habblive igualmente.

Artigo 4°: Estar devidamente fardado, com missão e grupos referentes a patente quando adentrar a QUALQUER BASE. Caso descumpra esta regra será punido de acordo com este estatuto.

Artigo 5°: É permanentemente proibido ficar no hall de entrada do quarto do Quartel General (QG), sem adentrar a base. Assim como é proibido não assumir as funções quando necessário. Se um policial entra no QG, este policial deve trabalhar.

Parágrafo 1°: Esta regra deixa de se cumprir apenas para os membros do BOPE e em algumas exceções aos da Corregedoria.

Artigo 6°: É liberado o acesso aos quartos oficiais da Polícia SIS, desde que esteja devidamente fardado, com grupo e missão correta. Ficando vedado a permanência de militares com missões, grupos e quaisquer outros itens relacionadas a outras Polícias, Organizações e/ou Exércitos. Caso essa regra seja descumprida, o policial será advertido conforme a gravidade do caso, podendo até chegar a ser demitido sem aviso prévio. Observação: Esta regra não é válida no caso de aliadas OFICIAIS da POLÍCIA SIS.

Artigo 7°: Todo policial da SIS deve “aparecer online” quando estiver jogando habblive, caso mantenha sua “última data de login” oculta, poderá receber alguma punição de caráter médio, sem aviso prévio.

Artigo 8°: Não use vocabulário torpe. Nem façam comentários depreciativos envolvendo assuntos pessoais como: sexo, raça, religião ou opção sexual.

Artigo 9°: É severamente proibido pedir promoções, treinamentos, pagamentos e/ou direitos. O policial que descumprir tal regra, assim solicitando alguma das coisas citadas anteriormente, estará sujeito a uma Advertência Verbal ou Escrita se o caso for repetitivo.

Artigo 10°: É proibido fazer qualquer tipo de flood ou spam dentro do Batalhão, exceto com a autorização do comandante do batalhão ou da Presidência.

Artigo 11: É obrigatório o uso do negrito no QG.

Artigo 12: Membros de outras polícias só podem entrar como convidados com permissão dos Comandantes Supremos. (Presidentes)

Artigo 13: Nenhum policial é obrigado a sempre estar presente na base enquanto estiver online no Habblive, desde que o mesmo não seja chamado para comparecer a base. Porém, é severamente proibido que o policial permaneça do lado de fora do Batalhão, os únicos membros que estão autorizados são os Membros da Corregedoria.

Artigo 14: As TAG's encontradas na missão de cada policial pertencentes à Polícia SIS refere-se à identificação do nickname do policial que o promoveu, facilitando assim, o rastreamento pelo Setor Administrativo. Sendo, assim, obrigatório aos militares acima da patente de Sargento possuir TAG ativa no fórum.

Artigo 15: Nenhum policial pode ter mais de uma conta trabalhando na Polícia. O militar que for flagrado com uma “fake” trabalhando na Polícia será severamente punido. Essa regra também se aplica para Grupos “fakes”, sendo assim, é totalmente proibido criar emblemas simulando cargos ou funções de nosso Departamento, Com exceção de grupos ativos das companhias criados pela Liderança.

Artigo 16: Sempre use “SENHOR/SENHORA”  com seus  Superiores, sendo ele seu íntimo ou não.

Artigo 17: Sejam justos nas horas de aplicar uma promoção/punição.

Artigo 18: Evitem  criar brigas desnecessárias dentro e fora do QG ou em grupos de redes sociais.

Artigo 19: Todo e qualquer policial presente e ativo no batalhão da Polícia SIS que não esteja exercendo nenhuma das funções necessários do batalhão, deverá se encontrar na Sala de Estado. Mostrando-se, por sua vez, apto a assumir qualquer função para qual for designado. Costuma ser a maior área da polícia. O policial que estiver presente na Sala de Estado não poderá encontrar-se ausente ou inativo.

Artigo 20: Todos os conflitos e casos que ocorrerem dentro ou fora do batalhão que desrespeitar algum artigo encontrado com as sessões devem ser levados diretamente a Corregedoria.

Artigo 21: Meios de comunicação nos quais não são permitidos a incriminação, discriminação, desrespeitos e semelhantes à qualquer policial membro da Polícia:

• Facebook entre outras redes sociais;
• Dentro do Batalhão;
• Fora do Batalhão (em outros quartos do Habblive);
• Console;
• Fórum.

Artigo 22: Somente membros escolhidos pelos Presidentes responsáveis por cada turno poderam abrir bases, o militar que abrir base sem autorização estará sujeito a advertência além da base que o mesmo abriu ser fechada.

Artigo 23: É proibido a troca de ''sexo'' sem a permissão de um Corregedor ou Presidente.




Capítulo 3: Hierarquia ®️




Artigo 1°: A Polícia SIS possui em sua constituição duas divisões: o Corpo Militar e o Corpo Executivo. As patentes e cargos serão atribuídas aos policiais que se esforçarem e as conquistarem. Nós, da Polícia SIS, acreditamos que, se o Policial for promovido, o motivo foi que ele mereceu. Os Cargos Executivos são atribuídos a policiais que compraram cargos com algum dos membros do grupo do Setor Financeiro.

Artigo 2°: - Hierarquia do Corpo Militar da Polícia SIS:

Corpo de Praças:
Recruta
Soldado
Cabo
Sargento
SubTenente
Aspirante

Corpo de Oficiais:
Tenente
Capitão
Major
Tenente-Coronel
Coronel
General
Marechal

Estado Maior:
Comandante
Comandante-Geral
Tutor
Diretor
Supremo

Mesa Presidencial:
Conselheiro-Presidêncial
Auxiliar da Presidência
Vice-Presidente
Presidente
Fundador


Artigo 3°: - Hierarquia do Corpo Executivo da Polícia SIS:

Perito
Agente
Analista
Coordenador
Administrador
Escrivão
Delegado

Diplomata
Superintendente
Chanceler
Líder Executivo
Líder Geral
Staff
Ministro


§ Os executivos não são militares, são membros de cargo executivo. Essa é uma diferença, que o Corpo Militar são patentes militares e o Corpo Executivo são cargos Executivos.

Artigo 4°: É permanentemente proibido a promoção de um militar que foi rebaixado pela Corregedoria ou Presidência está de probatória (observação) para saber se deve ser promovido novamente ou não.


Equivalência dos Cargos Executivos às patentes Militares:

Cargos Oficiais:

Perito - Tenente
Agente - Capitão
Analista - Major
Coordenador - Tenente Coronel
Administrador - Coronel
Escrivão - General
Delegado - Marechal

Cargos Estado Maior:

Supervisor - Comandante
Fiscalizador - Comandante-Geral
Chanceler - Tutor
Líder Executivo - Diretor
Líder Geral - Supremo
Staff = Conselheiro-Presidencial.
Ministro - Auxiliar Presidencial

Artigo 4°: - Valores dos cargos do Corpo Executivo:

Cargos Oficiais:

Perito - equivale a Tenente - 4 raros
Agente - equivale a Capitão - 7 raros]
Analista - equivale a major - 10 raros
Coordenador - equivale a Tenente-Coronel - 12 raros
Administrador- equivale a Coronel - 14 raros
Escrivão - equivale a General - 16 raros
Delegado - equivale a Marechal - 18 raros


Cargos Estado Maior:

Diplomata - equivale á Comandante - 30 raros
Superintendente - equivale á  Comandante-Geral - 40 raros
Chanceler - Tutor - 60 raros
Líder Executivo - equivale a Diretor - 80 raros
Líder Geral - equivale a Supremo - 100 raros
Staff - equivale a conselheiro presidêncial - 130 raros
Ministro - equivale a Auxiliar da Presidencia - 160 raros


Artigo 5°: Os Presidentes e o Presidente da Corregedoria são a autoridade máxima da Polícia SIS.

Artigo 6°: Todo policial, independente de cargo pago ou patente, deve respeitar um ao outro, especialmente seus superiores.

6.1: Todo militar membro do Oficialato deverá ser obrigado a passar por uma avaliação concreta e abusiva, se necessário, para um melhor aprimoramento no Corpo de Oficiais.




Capítulo 4: Promoções/Advertência/Rebaixamento/Demissão ®️





Artigo 1°: Todos os rebaixamentos ou promoções devem ser realizadas de maneira legal e legítima. De maneira que não haja quaisquer tipos de privilégios ao Policial promovido e ao policial promotor.

Artigo 2°: Toda resposta postada aos tópicos Promoção/Advertência/Rebaixamento ou Demissão deve seguir o modelo de postagem, especificado na primeira mensagem do tópico.

Artigo 3°: Toda Promoção/Advertência/Rebaixamento e Demissão deve ser postado no seu devido tópico.

Artigo 4°: Todas as demissões também devem ser realizadas de maneira legal e legítima. De maneira que o policial promotor da baixa tenha provas e motivos suficientes para este ato de severa punição e ainda a permissão de no mínimo um Corregedor. O Policial demitido terá direito de recorrer apenas a algum membro da Corregedoria da Polícia SIS, dentro do prazo de 07 dias do ocorrido.

Artigo 5º: O Líder da Corregedoria e a Presidência possuem total direito para cancelar uma Promoção/Advertência/Rebaixamento ou Demissão. Caso se prove tal irregularidade.

Artigo 6°: Mínimo de dias para promoção do policial militar:


Recruta - Soldado: 0 dias (concluir a aula de instrução);
Soldado - Cabo: 1 dias de serviços prestados;
Cabo - Sargento: 2 dias de serviços prestados;
Sargento - Subtenente: 4 dias de serviços prestados;
Subtenente - Aspirante a Oficial: 5 dias de serviços prestados;
Aspirante a Oficial - Capitão: 7 dias de serviços prestados;
Capitão - Tenente Coronel: 8 dias de serviços prestados;
Tenente Coronel - Coronel - 10 dias de serviços prestados;
Coronel - General: 14 dias de serviços prestados;
General - Marechal: 18 dias de serviços prestados;
Marechal - Comandante: Determinado pela Presidêncial;


§ A Presidência e o Líder da Corregedoria é livre para promoção sem os dias.


Artigo 7°: Mínimo de dias para promoção do policial executivo:

As promoções do Cargo Executivo funcionam da mesma maneira.


Artigo 8°:  Quem Promove quem:

Comandante promove até Marechal ou equivalências.
Marechal promove até General ou equivalências.
General promove até Coronel ou equivalências.
Coronel promove até Capitão ou equivalências.
Capitão promove até Aspirante ou equivalências.
Aspirante promove até Cabo.


* Os membros do Corpo Militar só podem rebaixar cargos inferiores a sua equivalência no Corpo Executivo com autorização de um Corregedor;



Artigo 9º: O intuito de limitar o número de vagas em patentes é promover a organização militar e aumentar o nível de qualidade e capacitação dos Oficiais. Para tal, segue abaixo as descrições com relação às vagas de cada posto:

Comandante 3 vagas / Chanceler promovido: 4 vagas / Chanceler por compra: 8 vagas
Marechal: 8 vagas
General: 10 vagas
Coronel: 15  vagas
Capitão: 20 vagas
Aspirante: 25 vagas

Artigo 10°: Os Oficiais poderão gozar da Política de Licença de Serviço. A mesma serve para que o Oficial possa se ausentar por um período pré-determinado pelo mesmo. Segue abaixo os tempos autorizados: Os Oficiais têm direito de licenças de 7 dias, podendo ser prorrogada em até 14 dias. Ou licença de 15 dias, podendo ser prorrogada em até 30 dias, que não poderá ser prorrogada. Reserva: permitida somente a Comandantes e Comandantes-gerais - e, após tal reserva, o policial deve permanecer um mês sem promoção para pagar seu tempo. Aqueles que entrarem em reserva e ficar por um tempo menor de 30 dias, pagará pelos termos referentes à licença.

Artigo 11: Promoções por amizade são extremamente proibidas, logo um policial não pode promover outro duas vezes seguidas. O promotor ao executar a função deve exigir que o militar promovido saia do grupo da patente anterior até ser aceito na nova patente.


Artigo 12: Deve ser apresentados motivos concretos, tanto para promoções/advertências quanto para Rebaixamentos/Demissões, e ainda deve ser postado junto, um trecho do estatuto para que confirme tal ato dentro das regras da polícia.

Artigo 13: Apenas corregedores com patente de Comandantes pra baixo e equivalências podem pedir que postem uma promoção/advertência/rebaixamento por ele. Caso seja um cargo acima de Comandante os mesmos devem postar.

Artigo 14: Apenas o L.COR pode atribuir duas advertências a um mesmo policial simultaneamente.

Artigo 15: Somente a Presidência e o Líder  pode atribuir duas promoções a um mesmo policial simultaneamente.

Artigo 16: Punições:

Apresentar Armas, deve ser usado quando:

- Ausentar-se em qualquer função por um período longo, e sem justificativa;
- Quando houver ausência no QG três vezes, fora de alguma função;
- Andar ou falar durante o sentido;
- Não cumprir corretamente com seu trabalho, tendo erros repetidamente;
- Trocar/mudar de uniforme/visual no QG. (Incluindo: barba, cor de pele, farda, acessórios, etc.).

Advertência Verbal, deve ser usada quando:

- Ausentar-se por um curto período de tempo, fora de alguma função, apresentando justificativa em seguida;
- Assumir/deixar alguma função sem a devida permissão do comando geral. (Exceto a recepção);
- Ausentar-se ou permanecer parado em algum local da base que bloqueie a passagem de habblives;
- Policiais da SIS se ausentam na entrada do QG, não adentrando a base. (Local reservado para visitantes e novos recrutas);
- Brincadeiras e/ou conversas paralelas dentro do QG;
- Quando um policial não cumprir com seu trabalho corretamente;
- Adentrar ao QG sem grupo referente a patente favoritado;
- Possuir no perfil um grupo de outra polícia ou organização.

Advertência Escrita, deve ser usada quando:

- Ausentar-se 3 dias: sem um aval concebido pelos Corregedores ou Presidentes (Subtenentes à cima);
- Houver falsificação de patente/treinamento;
- Adentrar no QG, sem missão, emblema ou farda referente ao cargo;
- Quando houver desrespeito entre superior ou inferior;
- Promover o mesmo policial duas vezes seguida;
- Descumprimento de quaisquer regras estabelecidas neste estatuto;
- Desrespeito e brigas em chat´s/grupos em redes sociais da Polícia SIS.


Artigo 17: Apenas Subtenentes à cima podem receber uma punição de Apresentar-armas e/ou uma Advertência Escrita.

Artigo 18: Apenas D.COR acima podem aplicar advertência escrita (sem permissão). E deve ser apresentado um motivo concreto. Corregedores devem possuir permissão de um superior na corregedoria para aplicar.

Artigo 19: Somente Corregedoria posta rebaixamentos.

Artigo 20: Tenha bom senso ao aplicar uma punição. O autor de uma punição injusta, será punido com sua própria punição injusta.

Artigo 21: A missão de um policial da SIS, deve seguir o seguinte exemplo:

[SIS] Cargo [DATA] [TAG] [Treinamento]

Podendo conter símbolos ou hashtags. O descumprimento deste artigo poderá acarretar algum tipo de punição destinado por quem rege este Estatuto.

Artigo 22: Corpo Executivo que promove só postam promoções com permissão de algum Corregedor.

Artigo 23: Apenas Comandantes Supremos (Presidentes) e membros do Setor Financeiro poderão vender cargos.

Artigo 24: Todas as vendas de cargo sem exceções deverão ser postadas em seus devidos Tópicos.

Artigo 25: Dias de Rebaixamento/Demissão por ausência (Sem solicitação de aval).

- Cabos/Sargentos Serão demitidos com 15 dias de ausência sem aviso prévio;
- Subtenentes acima serão rebaixados à cada 10 dias de Ausência sem aviso prévio.;
- O compartilhamento de contas também acarretará demissão ao militar que for pego utilizando deste indevido ato.





Capítulo 5: Grupos Extras e Suas Permissões ®️




Artigo 1°: O objetivo dos Instrutores é instruir os novos recrutas de forma rápida e geral sobre a polícia.

1.2: (INS) Dar aulas aos recrutas, de forma a habilitá-los a novas funções e formar policiais capacitados.

1.3: Aplicar os testes a patentes específicas para avaliar se os mesmos estão aptos aos cargos que possuem e a serem promovidos.

Artigo 2°: O objetivo dos Instrutores, também é treinar nossos policiais para serem mais ágeis e competentes.


Artigo 3°: Quando um Instrutor/Treinador não aplicar  suas Instruções/Aulas/Testes/Treinos  devem apresentar a justificativa ao Líder.

Artigo 4°: Caso um policial não consiga cumprir com suas obrigações no grupo, deve ser retirado do grupo e advertido, e ainda impedido de entrar em qualquer grupo por 1 mês. Caso saia de vontade própria deve ficar 3 semanas sem entrar em outro grupo.

Artigo 5°: O líder de cada grupo deve atribuir pontos aos melhores de seus grupos, para promoção.

Artigo 6°: Cada líder tem direito a um Vice-líder e a dois Auxiliares, caso o mesmo deseje. Com exceção do líder dos Instrutores que poderá ter até cinco Auxiliares.

Artigo 7°: O líder de cada grupo, deve se fazer sempre presente em base para orientar sua equipe e sempre assessorar no que for preciso.
Artigo 8º:  Toda Instruções/Aulas/Testes devem ser postadas no fórum e as páginas passada ao policial.

Atigo 9°: Cada líder deve ser responsável pelo seu grupo, não exercendo outra função.

Artigo 10: Todos os policiais de Aspirante-á-Oficial acima devem pertencer obrigatoriamente a uma companhia, retirando a obrigação aos líderes dos grupos de função e companhias.

Artigo 11: Superiores podem participar de 3 grupos extras, se assim desejar.

Artigo 12: Inferiores terão obrigação de participar apenas de 1 companhia, decidindo assim qual delas fazer parte.

Artigo 13: Fora o Líder, apenas a Presidência pode intervir nos grupos. E tudo de novo que for implantado no grupo deve ter a permissão da Presidência.






Capítulo 6: Comandos e Recrutamento ®️





Artigo 1°: A seguir todos os comandos pertencentes a Polícia SIS:

1.1: Sentido: os policiais devem dar um passo à frente e ficar ereto e imóvel. Militares fora da base, ao entrarem no quarto devem esperar o comando do CG - e/ou de quem recebeu o comando -  o "À vontade" para adentrar na base. O sentido é ordenado quando um policial de patente superior ou igual ao maior cargo presente no QG, adentra. O comando deve ser dado pelo Comando Geral a qualquer cargo superior do CE (Corpo Executivo) e do CM (Corpo Militar). É proibido andar e falar durante o sentido. (Sujeito a advertência verbal ou escrita)

1.2: Á vontade: este comando é dado após o sentido, em que os policiais devem sentar ou voltar ao que faziam antes. O comando deve ser dado à quem recebe o sentido.

1.3: Continência:  Durante o comando continência deve-se acenar apenas uma vez. A continência parte sempre do inferior para o superior. A continência é impessoal; visa a autoridade e não a pessoa.

1.4: Apresentar-Armas: acena-se em posição de sentido até que o comando sentido seja dado novamente. Este comando é usado para punições, pode ser dado para todos os policiais durante o sentido, ou individualmente na sala de comando. Quando usado na sala de comando deve vir após uma Continência.

1.5: Marcar-Passos: o militar deve clicar em seu avatar, em seguida dançar "Hap-Hop" sendo este, o comando de Marcar-Passos. para executar qualquer outro comando, após o Marcar-Passos deve ser dado um Sentido.

1.6: Silêncio: como o próprio nome já diz o militar deve ficar em silêncio, não respondendo nenhum tipo de pergunta ou confirmando algo após este comando ser destinado.

1.7: Apresentar-se: o militar deve prestar um Sentido e em seguida, está frente a frente com quem ordenou o comando executando uma "Continência" (deve-se esperar a resposta do mesmo modo). Em seguida, precisa executar a seguinte frase: "[patente] + [nick] apresentando-se, senhor!"

1.8: Dispensado: após a prestação do comando "Apresentar-se" e a resposta do militar que propôs o comando, o mesmo deverá comandar em seguida o "Dispensado". A execução deste comando é: Presta-se uma "Continência" e ai volta ao Sentido inicial ao Apresentar-se.

Observação: O comando continência pode ser usado durante um comando sentido, de modo que todos os policiais presentes, cumprimentem o policial que está entrando. O comando deve ser dado pelo Comando Geral.

Observação²: É proibido entrar em base durante o comando Sentido, sob pena de apresentar-armas.

Artigo 2°: Todo novo alistado deve ter obrigatoriamente os requisitos abaixo:

- Farda: Camisa preta, calça preta e sapatos bico redondo preto; boina militar preta; Não é permitido  acessórios.

- Missão: [SIS] Recruta

- Emblema: POLÍCIA SIS  

Artigo 3°: Ao alistar um novo Habblive, deve verificar o balão de fala se está branco.






Capítulo 7: Q.G e seus setores ®️





Artigo 1°: O Comando Geral (CG) tem comprometimento em cuidar da base para que esta continue aberta com um bom movimento e com suas funções sendo exercidas de maneira agradável. Ou seja, tem a OBRIGAÇÃO de estar sempre incentivando os policiais a chamarem amigos, a fazerem Lota-Lota, a aplicarem treinamentos, entre outras coisas.

Artigo 2°: O Comando Auxiliar (CA) tem comprometimento em cuidar da recepção ou ajudar o CG no comando dos Setores caso o mesmo esteja muito ocupado. Também tem a OBRIGAÇÃO de estar sempre incentivando os policiais, elogiando-os pelo belo trabalho, Além de pedir para chamarem amigos.

Artigo 3°: Todo e qualquer policial presente e ativo no batalhão da Polícia SIS que não esteja exercendo nenhuma das funções necessários do batalhão, deverá se encontrar na Sala de Estado. Mostrando-se, por sua vez, apto a assumir qualquer função para qual for designado. Costuma ser a maior área da polícia. O policial que estiver presente na Sala de Estado não poderá encontrar-se ausente ou inativo, e sim, ativo e apto a qualquer ordem do CG.

Artigo 4°: A Sala de Controle é a área responsável pela entrada de policiais praças, aliados e convidados nas dependências da Polícia SIS. Visando isto, segue abaixo a função dos Operadores dentro da S.C:


4.1: Operador 1 - O Operador 1 é o responsável por verificar o fardamento, missão e grupo (emblema) favoritado do policial.

4.2: Operador 2 - O Operador 2 é o responsável por verificar o perfil do cidadão nas questões de se há presença de grupos de outras policias, averiguar também se há número ou adereço presente na parte traseira da farda. Deve verificar ainda, a cor na fala que o usuário utiliza.

4.3: Operador 3 - O Operador 3 é o responsável por conferir se o policial consta nas Listagens do fórum. É também a última triagem que o policial encontrará para adentrar ao batalhão. E, portanto, deve ter total atenção aos mínimos detalhes na hora de liberar a entrada.

4.4: Operador 4 - O Operador 4 é o responsável pela entrada de Recrutas que serão encaminhados automaticamente para a área de recrutas, o mesmo deve preocupar-se portanto em verificar missão, grupo, fardamento, perfil, adereços aleatórios e se o nome do indivíduo consta ou não nos tópicos de Listagens de militares banidos ou demitidos.



Parágrafo 1°: Para ocupar a função de operador, o policial deve ter a patente igual ou superior a Cabo, e concluído o T1.

Parágrafo 2°: Dependendo de qual Batalhão estiver sendo usado, pode não haver a função de Operador 3, neste caso, será passada ao Operador 2 a função de também conferir no fórum.



Artigo 5°: O Comandantes dos Operadores é o responsável por manter os operadores atentos às suas funções e aos comandos que forem dados na base, sendo também o encarregado de substituir um operador caso o mesmo tenha que sair ou ficar ausente.


Observação: Para assumir essa função, o policial deve ter a patente igual ou superior aos policiais que tiverem exercendo as funções de operadores no momento.


Artigo 6°: O Sentinela é o responsável por dar aula aos recrutas. Deverá portanto, instruí-los sobre a polícia SIS e seus fundamentos.


Observação: Para ocupar a função de Sentinela, o policial deve ter a patente igual ou superior a Subtenente.


Artigo 7°: A Sala de Ausência deverá ser usada somente quando o policial deva se ausentar. Caso o policial se encontrar ocupando alguma função do batalhão, deverá pedir autorização para se ausentar. E, caso ele esteja na Sala de Estado, deverá se dirigir sem a necessidade de pedir permissão ao Comando Geral.

Artigo 8°: A Sala de Apresentações será utilizada para realizar promoções, rebaixamentos ou punições, mas não limitada a isso.

Artigo 9°: O Salão Imperial é de uso exclusivo para aqueles que possuem patente Superior a Supremo da Polícia SIS, tendo exceções para convidados e aliados. Ele também poderá ser utilizado para ausência.

Artigo 10°: A Sala de Aula é a sala onde os recrutas têm a instrução, Sempre encontrando-se na companhia de uma Instrutor.

Artigo 11: A Ouvidoria tem a função de dar assistência e esclarecer dúvidas aos policiais presentes no batalhão. Tendo como função, a solução referente a reclamações e denúncias.

Artigo 12: Cada comando deve usar um balão fala diferente, para destacar e chamar a atenção do setor a seu comandante.

- Comando da Base: Balão de fala Verde.
- Comando Geral: Balão de fala Amarelo.
- Comando Auxiliar: Balão de fala Vermelho.
-Comando da Recepção: Balão azul claro.
- Corregedoria: Balão de fala preto.



Artigo 13: Apenas a Presidência possui permissão de usar um balão de cor diferente na base, exceto as cores usadas pelos comandos e balões de fala decorados. Se os balões de falas coloridos estiverem atrapalhando outras funções deverão ser retirados. Use o bom senso!

Artigo 14: A sala de apresentações deve ser usada para tratar qualquer assunto com um policial, tanto para bonificações, punições ou qualquer outra coisa. E é o único lugar do QG onde pode-se mudar o visual.

Artigo 15: Os comandos não podem intervir no trabalho de ninguém, apenas o Comando Geral tem o poder para executar o ato.

Artigo 16: Caso durante um sentido/atenção haja uma irregularidade por parte dos policiais, o Comando Geral tem o direito de deixar seu posto, e intervir na irregularidade.

Artigo 17: O Comando CR tem o dever de cobrar agilidade a recepção, assim como parabenizar caso os mesmos estejam progredindo. E também tem o dever de observar os soldados para promoção, passando a informação a algum promotor que se encontre disponível.

Artigo 18: Ao promover um policial o promotor deve ser responsável por procurar alguém apto a aceitar o policial no grupo. Deve também, tirar as dúvidas do promovido e dar-lhe instruções básicas sobre o novo cargo.

Artigo 19: É proibido que os convidados assumam qualquer função no QG. Desrespeitando essa regra, estará sujeito a kick. Convidados podem se ausentar apenas no Salão Imperial.






Capítulo 8: Uniformes ®️





Artigo 1°: Todo policial ao entrar em base deve estar devidamente fardado, caso tenha uniforme definido. Caso descumpra esta regra será advertido sem aviso prévio.

Artigo 2°: Os militares com uniforme livre deverão usar roupa FORMAL.

Artigo 3°: Todo policial inferior tem uma roupa predefinida, calça com bolsos preta, sapato bico redondo preto, e a camisa com bolsos, que muda a cor de acordo com a patente:

- Soldado: Marrom escuro.
- Cabo: Verde claro.
- Sargento: Branco.
- Sub-Tenente: Laranja.
- Aspirante á Oficial: Azul claro.
- Capitão: Azul escuro.
- Tenente Coronel-Rosa claro.
- Coronel: Vermelho escuro.
- General: Verde escuro.
- Marechal: Amarelo.

Capítulo 9: Estrelas e siglas ®️





Artigo 1°: Siglas são abreviações usadas na missão do policial, que podem indicar treinamento ou alguma função extra que o policial exerce.

Artigo 2°: Estrelas nas boinas, são usadas para determinar uma função que o policial exerce, ou um treinamento que o mesmo obteve.

Artigo 3°: Lista de siglas de funções extras da Policia SIS:

- Membro dos Instrutores: [INS]
- Membro da Corregedoria: [COR]
- Membro do COEsp: [COEsp/Numeração]
- Membro da Promotoria de Eventos: [P.E]
- Membro do Centro de Recursos Humanos: [CRH]
- Membro do Setor Financeiro: [S.F]

Obs: Para auxiliares, Vices e líderes de alguma função extra, deve ser adicionado antes da sigla da Liderança um A ou V correspondente. Exemplo: [A. INS]  [VL.INS] ou [L.INS]

Artigo 4°: Siglas para identificar treinamentos:

[T1] - Treinamento para Cabos
[T2] - Treinamento para SubTenentes
[T3] - Treinamento para Aspirantes
[T.O] - Treinamento para quaisquer Militar.
[CFO] - Treinamento para Capitão

Artigo 5°: Estrelas para identificar treinamentos concluídos:

[T1] - Branca
[T2] - Indisponível
[T3] - Indisponível
[T.O] - Não necessário.
[CFO] - Não necessário.
[INS] - Roxa
[COR] - Preta
[COEsp] - Preta
[P.E] Amarela
[CRH] - Não necessário.
[SF] - Preta



Capítulo 10: Direitos ®️





Artigo 1º: É proibido o requerimento de direitos. Sob pena de rebaixamento.

Artigo 2º: O uso indevido dos direitos em quaisquer quartos da Polícia SIS poderá levar a uma pena de exoneração permanente.

Artigo 3º: É proibido kickar habblives do quarto sem um motivo concreto.

Artigo 4º: É proibido retirar mobis repetidamente do lugar (exceto apenas, se for necessário)






Capítulo 11: Lema da polícia SIS ®️


Os arquivos da Polícia SIS, são nosso único passaporte para a imortalidade.






Capítulo 12: Sistema de Promoções ®️





Artigo 1º: Obrigações mínimas de promoção:

Recruta - Soldado

Passar na instrução de Soldados.

Soldado - Cabo

Ter um bom rendimento na recepção;
Mostrar respeito com seus superiores e novatos na polícia;
Ortografia apresentável;
Falar sempre em negrito;

Cabo - Sargento

Ter no mínimo 3 dias de militante dentro da SIS;
Ter um excelente atendimento na recepção;
Ter uma ortografia razoável;
Ter conta ativa no fórum;
Possuir TAG no fórum;
Operar bem o trabalho na Sala de Controles;
Ser aprovado no T1

Sargento - Subtenente

Ter um bom trabalho nas tarefas gerais da base;
Ter uma ótima ortografia;
Possuir 4 dias na patente de Sargento;
Se destacar entre os outros Sargentos;


Subtenente - Aspirante

Possuir 6 dias na patente;
Ter uma presença representativa nas bases;
Possuir os dias necessários para a próxima patente;
Ter experiência na área de promoção dos subordinados;
Ter postura ao assumir comandos e lidar com inferiores;
Ser aprovado no T2.

Aspirante - Capitão

Ter um comando impecável em todos os setores da polícia e ser um bom Aspirante;
Saber impor respeito na polícia e tomar decisões imparciais;
Saber agir com educação, ser direto e definitivo no que falar;
Manter-se em elevados padrões dentro ou fora da polícia;
Não envolver-se em assuntos que dispõe das amizades;
Ter uma excelente participação nas promoções dos inferiores;
Saber incentivar e dar suporte a quem for necessário;
Ter um ótimo conhecimento do estatuto;
Saber lidar em todas as situações da polícia;
Ser participativo;
Contribuir com ideias;
Ter todos os requisitos dos demais cargos da hierarquia inferior;
Ser aprovado nos treinamentos da patente.


Capitão - Coronel:

Ter um comando impecável em todos os setores da polícia, ser um bom Oficial;
Saber impor respeito na polícia e tomar decisões imparciais;
Saber agir com educação; ser direto e definitivo no que falar;
Manter-se em elevados padrões dentro ou fora da polícia;
Não envolver-se em assuntos que dispõe das amizades;
Ter uma excelente participação nas promoções dos inferiores;
Saber incentivar e dar suporte a quem for necessário;
Ter um ótimo conhecimento do estatuto;
Saber lidar em todas as situações da polícia;
Ser participativo;
Contribuir com ideias;
Ter todos os requisitos dos demais cargos da hierarquia inferior;

Coronel - General:

Ter um comando impecável em todos os setores da polícia, ser um bom Oficial;
Saber impor respeito na polícia e tomar decisões imparciais;
Saber agir com educação; ser direto e definitivo no que falar;
Manter-se em elevados padrões dentro ou fora da polícia;
Não envolver-se em assuntos que dispõe das amizades;
Ter uma excelente participação nas promoções dos inferiores;
Saber incentivar e dar suporte a quem for necessário;
Ter um ótimo conhecimento do estatuto;
Saber lidar em todas as situações da polícia;
Ser participativo;
Contribuir com ideias;
Ter todos os requisitos dos demais cargos da hierarquia inferior;

General - Marechal:

Ter um comando impecável em todos os setores da polícia, ser um bom Oficial;
Saber impor respeito na polícia e tomar decisões imparciais;
Saber agir com educação; ser direto e definitivo no que falar;
Manter-se em elevados padrões dentro ou fora da polícia;
Não envolver-se em assuntos que dispõe das amizades;
Ter uma excelente participação nas promoções dos inferiores;
Saber incentivar e dar suporte a quem for necessário;
Ter um ótimo conhecimento do estatuto;
Saber lidar em todas as situações da polícia;
Ser participativo;
Contribuir com ideias;
Ter todos os requisitos dos demais cargos da hierarquia inferior;
Possuir 30 dias necessários para a próxima patente.

Marechal - Comandante

Ter um comando impecável em todos os setores da polícia, ser um bom Oficial;
Saber impor respeito na polícia e tomar decisões imparciais;
Saber agir com educação; ser direto e definitivo no que falar;
Manter-se em elevados padrões dentro ou fora da polícia;
Não envolver-se em assuntos que dispõe das amizades;
Ter uma excelente participação nas promoções dos inferiores;
Saber incentivar e dar suporte a quem for necessário;
Ter um ótimo conhecimento do estatuto;
Saber lidar em todas as situações da polícia;
Ser participativo;
Contribuir com ideias;
Ter todos os requisitos dos demais cargos da hierarquia inferior;
Possuir os dias que a Presidência destinar para a próxima patente.


1.1: Melhor de cada patente: Só se promove um policial a outro cargo se alguém for rebaixado, no caso de superiores.






Capítulo 13: Pagamento ®️





O Pagamento da POLÍCIA SIS é realizado QUASE todos os dias e no fechamento da base para todos os membros, seja eles do Corpo Militar ou Corpo Executivo. Vale ressaltar que, todos os funcionários da SIS devem ser pontuais, pois não haverá outro pagamento caso a pessoa falte, tendo em vista que existem vários pagamentos durante a semana.

*VETERANOS:
Grupo e cargo alcançado devido há ao afastamento, em sua volta ficará como veterano da Polícia SIS, em sua missão: Veterano da Polícia SIS, poderá assumir todas as funções da base, mas não recebe pagamento e não poderá participar de grupos como a corregedoria e BOPE!



Revisado por:  Presidente Interino MrAllyson - 26/02/2018
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum